sexta-feira, 16 de junho de 2017

Hortelã de cabra

28-02-2017

Nome científico: Cedronella canariensis
Sinonímia: Cedronella triphylla
Nomes comuns: Hortelã-de-cabra, Hortelã-de-burro, Mentastro
Família: Lamiaceae (ou Labiatae)
Origem: Região Macaronésia 

28-02-2017
A hortelã-de-cabra é uma planta herbácea e aromática com um ciclo de vida perene. É lenhosa na base e possui vários caules que podem alcançar até 150 cm de altura. As suas folhas são trifolioladas e pecioladas. As suas inflorescências apresentam-se num cacho terminal composto por várias flores em tons rosados.
É uma planta endémica da Região Macaronésia (Arquipélago dos Açores, Arquipélago da Madeira e Ilhas Canárias).

Cultivo: No seu habitat natural é frequente em lugares sombrios. Adapta-se a solos arenosos ou argilosos desde que sejam húmidos, mas bem drenados. Aprecia uma boa exposição solar, mas tolera a meia sombra. Deve ser podada com frequência de forma a estimular novas rebentações da base. É sensível a temperatura baixas, especialmente geadas, pelo que deve ser protegida.
14-05-2017
Multiplica-se através de sementes (sementeira na primavera) ou estacas.

20-04-2017
Propriedades e utilizações: Apesar das propriedades que lhe são atribuídas e de alguns trabalhos científicos relativos à composição dos seus óleos essenciais, esta planta ainda não foi muito estudada. Contudo, tem sido utilizada na medicina popular como digestiva, calmante e antiespasmódica. A infusão das suas folhas e flores é usada tradicionalmente para prevenir constipações e problemas respiratórios (descongestionante, anticatarral, dor de garganta). Pode, ainda, ser usada em forma de inalações de vapor.
Segundo um estudo etnobotânico, o chá de hortelã-de-cabra foi referido como capaz de ajudar a baixar o colesterol.
27-04-2017
26-04-2017
As suas folhas são utilizadas na produção de pot-pourri.
Na horta, a sua floração atrai insetos polinizadores e o seu intenso aroma pode torna esta planta num repelente de pragas.

Curiosidades: O nome do género, Cedronella, é uma adaptação da palavra latina cedrus (cedro), devido ao aroma da planta; O nome da espécie canariensis é o epíteto que se refere às Ilhas Canárias; A infusão conseguida através desta planta é conhecida por “Thé de Canaries”; O seu aroma é, por vezes, descrito como sendo uma mistura de cedro, cânfora e bálsamo; Só esta plante é que faz parte deste género e o que a distingue são as suas folhas trifolioladas, incomuns na família Lamiaceae, que geralmente possuem folhas simples. 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Alho aromático

 
20-09-2016
Nome científico: Allium tuberosum
Nomes comuns: Alho-aromático, Cebolinho-chinês
Família: Amaryllidaceae
Subfamília: Allioideae
Origem: Ásia

10-08-2013
08-09-2014
O alho-aromático é uma planta bolbosa com um ciclo de vida perene. É uma planta aromática que tem um suave sabor e cheiro a alho. Pode atingir cerca de 70 cm de altura e as suas folhas são verdes e estreitas. A sua inflorescência consiste numa umbela de flores brancas em forma de estrela.

Cultivo: Deve ser plantado em locais com muita luminosidade. Aprecia solos férteis e húmidos, mas nunca encharcados. Pode perder as suas folhas devido à geada, mas volta a rebentar na primavera. O corte regular das suas folhas ajuda a manter a planta mais vigorosa e saudável. Multiplica-se através de sementes e pela divisão dos pequenos bolbos.

02-12-2015
20-09-2016
Propriedades e utilizações: O consumo de alho-aromático pode ajudar a melhorar a digestão, estimular o sistema imunológico, tratar fadiga e anemia, e para o tratamento de parasitas internos. Possui proteínas e algumas vitaminas, como a A e C.
Esta planta é muito utilizada na culinária asiática. 
O alho-aromático pode ser picado e acrescentado a pratos, crus ou cozinhados (devemos ter em atenção que o sabor é destruído por cozimento prolongado). Pode, ainda, ser utilizado para temperar sopas, pratos de peixe, frango e ovos.
As suas folhas frescas e as suas flores são igualmente utilizadas para enfeitar pratos e dar sabor a saladas, puré de batata, molhos e manteigas.
As suas sementes podem ser germinadas e consumidas em saladas ou salteados, por exemplo.
Quando está em flor, é uma planta muito atraente para as borboletas e outros insetos.
08-09-2014
08-09-2014
As suas flores são muitas vezes utilizadas em bouquets secos ornamentais.
O seu sumo é usado como um repelente de traças. Há quem defenda que a planta inteira pode repelir insetos e toupeiras. 

Curiosidades: O nome do género Allium é muito antigo, pois as plantas deste tipo já eram conhecidas tanto pelos romanos como pelos gregos; O termo allium significa "queimar", referindo-se ao forte cheiro das plantas; O nome da espécie, tuberosum significada “com tubérculo”; Acreditava-se que cachos desta planta pendurados à volta de casa preveniam a doença e o mal; Por vezes, a sua variante selvagem é designada por Allium ramosum.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...