terça-feira, 30 de agosto de 2016

Trevo roxo

 
02-08-2016
Nome científico: Oxalis triangularis
Nomes comuns: Trevo-roxo
Sinonímias: Oxalis regnellii, Oxalis catharinensis, Oxalis vernalis
Família: Oxalidaceae
Origem: Brasil

09-10-2014
03-12-2014
O trevo-roxo é uma planta herbácea bolbosa com um ciclo de vida perene. Pode atingir cerca de 20 cm de altura. As suas folhas são roxas e têm uma forma semelhante a um coração triangular. Estas encontram- -se dispostas em grupos de três e estão ligadas simetricamente no final de cada pecíolo. Algumas variedades têm folhas mais azuis ou com misturas de roxo e preto. As suas pequenas flores são brancas ou rosadas e compostas por cinco pétalas.

09-07-2015
30-07-2016
Utilizações: Nos jardins esta planta é apreciada devido à sua folhagem. Pode ser usada em vasos e floreiras, tanto como planta de exterior como de interior.
Ainda não experimentámos, mas os seus bolbos podem ser consumidos crus ou cozidos, assim como as suas folhas (ver aqui). Estas contudo devem ser consumidas com moderação e precaução pois contêm ácido oxálico, tal como outras plantas do género Oxalis (como as já referidas erva-canária e a Oxalis articulata). Este ácido dá-lhes o sabor azedo característico e pode ser tóxico se ingerido em grandes quantidades.

Cultivo: Esta planta, no seu habitat natural, encontra-se em campos molhados, pântanos e nas margens de riachos. Aprecia a meia-sombra. Perde a sua parte aérea em certas alturas (período de dormência) e neste caso, devemos suspender a rega e esperar que a planta volte a rebentar. Normalmente, quando rebenta a planta torna- -se mais vigorosa. Propaga-se mais facilmente através de bolbos.

30-07-2016
02-08-2016
12-05-2015

Curiosidades: O nome do género Oxalis significa ácido/azedo; O nome da espécie triangularis está relacionado com as suas folhas; As folhas do trevo-roxo fecham durante a noite, quando chove ou quando o dia está nublado, abrindo durante o dia quando a luz volta a ficar intensa; Em inglês, esta planta é chamada popularmente de shamrock, purple shamrock.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Erva da Imortalidade

 
16-06-2016
Nome científico: Gynostemma pentaphyllum
Sinonímia: Vitis pentaphylla
Nomes comuns: Erva-da-imortalidade, Jiaogulan, Miracle tea, Cipó-doce, Erva-milagrosa, Ginseng-dos-pobres, Ginseng-do-sul
Família: Curcubitaceae
Origem: Ásia (Sul da China, Norte Vietname, Coreia do Sul e Japão)

A planta erva-da-imortalidade é uma trepadeira de porte herbáceo. Apresenta um ciclo de vida perene (mas curto). Possui ramos estreitos, glabros ou levemente pubescentes que podem alcançar entre 4 a 8 metros. As suas gavinhas são filiformes. As suas folhas são palmadas (com os lóbulos laterais unidos à base) e com 3-5 folíolos ovados a lanceolados. É uma planta dioica e a inflorescência masculina é sempre maior do que a feminina. Produz bagas que na maturação ficam pretas, estas contêm no seu interior sementes castanhas.

31-05-2016
Propriedades e utilizações: A erva-da-imortalidade é considerada uma planta adaptógena, sendo capaz de aumentar a vitalidade, evitar a fadiga e melhorar a resistência física. É conhecida pelas suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Ajuda a melhorar o sistema imunológico, evita o envelhecimento precoce, favorece a circulação, auxilia no tratamento do colesterol alto, assim como nas constipações, tosse, asma e bronquite.
O chá desta planta é muito consumido no sul da China e, por isso, é que a planta é associada à longevidade e à sensação de bem-estar geral. A infusão pode ser preparada com folhas e ramos suculentos, tanto frescos como secos.
Na Tailândia e na China as suas folhas frescas são usadas em saladas ou cozinhadas como espinafres.
24-06-2016
Há estudos científicos a decorrer e que apontam esta planta como uma alternativa natural aos adoçantes artificiais.
A planta é usada em preparações para cosméticos e tónicos anti-envelhecimento.
Devemos atender à sua interação com medicamentos (imunossupressores e anticoagulante) e, como em todas as plantas, deve haver sempre atenção ao seu consumo por grávidas, lactantes e crianças.

29-06-2016
Cultivo: Deve ser cultivada num solo fértil, fresco e bem drenado. Cresce preferencialmente em lugares frescos e com sombra parcial ou podemos colocá-la numa posição abrigada e iluminada, mas protegida da luz solar direta. Aprecia alguma humidade pelo que as regas diárias durante o verão são importantes. Multiplica-se através de sementes (caso se consigam formar) ou por divisão da planta.

Curiosidades: Os primeiros registos desta planta foram feitos na China e datam de 1400 e a primeira menção sobre o seu uso como medicamento surge num livro de 1578; Na China, esta planta é conhecida Xiancao que significa erva-da-imortalidade; Acredita-se que o alto índice de pessoas com mais de 100 anos na província de Guizhou, no sul da China, provém do consumo do chá feito com esta planta; Em 1976, um pesquisador japonês, na tentativa de encontrar uma alternativa para o açúcar, descobriu que esta planta tem propriedades semelhantes às do Ginseng e em maior quantidade; Devido a este facto é denominada popularmente por Ginseng-dos-pobres.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Nigela dos Trigos

09-06-2015

Nome científico: Agrostemma githago
Sinonímia: Githago segetum, Lychnis githago
Nomes comuns: Nigela-dos-trigos, Beijos-de-freira, Canavora, Nigela-bastarda, Nigela-dos-trigais, Axenuz, Candelária, Erva-sapa, Erva-fina, Joio-venenoso, Negrinha
Família: Caryophyllaceae
Origem: Mediterrâneo Oriental
09-06-2015

A nigela-dos-trigos é uma planta herbácea com um ciclo de vida anual. Apresenta caules eretos, peludos e pouco ramosos. As suas folhas pequenas e verdes são opostas, sésseis, lineares e lanceoladas. As suas flores são purpúreas, raramente brancas, solitárias no cimo do caule e dos ramos. A sua floração ocorre de abril a junho. As suas sementes são negras.
09-06-2015

Propriedades e utilizações: As suas sementes são mencionadas por alguns autores como diuréticas, expetorantes e vermífugas. Contudo, esta planta é tóxica para o gado, aves e seres humanos, principalmente devido às saponinas existentes nas suas folhas e sementes.
Esta espécie é por vezes cultivada como planta ornamental em jardins, devido à beleza das suas flores.
12-05-2016
12-05-2016

Cultivo: A nigela-dos-trigos é uma planta pouco exigente. Adapta-se a vários tipos de solo, mas prefere os bem drenados e férteis. Multiplica-se através de sementes.

28-08-2015
Curiosidades: O nome do género Agrostemma significa (quase à letra) grinalda ou coroa dos campos; O nome da espécie githago tem origem no hebraico “khitah” que designa o trigo, isto por causa da semelhança entre as sementes (apesar de serem pretas); Esta planta foi introduzida em Portugal Continental e em quase todos os continentes, devido aos lotes de sementes de cereais contaminados; A nigela-dos-trigos pode estragar o sabor dos cereais se as suas sementes se misturam com eles em quantidades elevadas (“A negrinha (Agrostemma githago) — em que a farinha tem um sabor azedo, acompanhado d'uma sensação de calor e de irritação” in O Pão - dissertação inaugural de Eduardo Alfredo de Sousa, ‎1897); Antigamente era muito frequente, hoje em dia é cada vez mais rara por causa das técnicas agrícolas modernas (triagem mecânica de grãos e herbicidas específicos); O seu nome comum em inglês é Corncockle pois é uma erva daninha dos campos de milho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...