terça-feira, 22 de Abril de 2014

Solano de flor azul

14-04-2014

Nome científico: Solanum rantonnetii
Sinonímias: Lycianthes rantonnetii
Nomes comuns: Solano-de-flor-azul, solano, árvore-batata-azul (do inglês “Blue Potato Bush”)
Família: Solanaceae
Origem: Argentina e Paraguai

02-10-2013
A planta conhecida popularmente por solano-de-flor-azul é um arbusto perene de crescimento rápido que pode atingir cerca de 2 metros de altura. É uma planta muito ramificada, possui ramos semilenhosos e a sua folhagem é verde brilhante e (semi) permanente. As suas flores azuis-violeta ou roxas têm o centro amarelo, apresentam-se reunidas em pequenos cachos e são muito atraentes. A seguir às flores aparecem umas bagas redondas onde se encontram as sementes.
Esta planta pode ser utilizada em grupo ou isolado em canteiros, floreiras ou vasos. Com o auxílio de um tutor pode usar-se como trepadeira para cobrir uma parede ou em pérgulas, por exemplo. É, também, muito apreciada devido ao aroma doce das suas flores, principalmente ao pôr-do-sol. É muito decorativa e a sua floração abundante atrai muitas borboletas.

13-03-2011
01-12-2011
21-04-2014
20-01-2013

Cultivo: O solano-de-flor-azul deve ser cultivado à exposição direta do sol, mas tolera a meia sombra. Aprecia solos bem drenados e ricos em matéria orgânica, devendo ser regados regularmente. 
13-10-2013
Apesar de ser um arbusto muito vigoroso é pouco resistente aos ventos e geadas fortes. Resiste ao calor intenso e a pequenos períodos de seca. Após a floração devemos aparar os galhos mais longos e fracos, para incentivar o desenvolvimento do arbusto. Multiplica-se a partir de estacas. 
02-11-2012

Devido ao mau tempo de 19-01-2013 o nosso solano-de-flor-azul secou (foto de 20-01-2013). Foi podado rente ao solo e, ultimamente, a planta rebentou (foto de 21-04-2014). O sucesso na estacaria não tem sido muito satisfatório, mas conseguimos uma nova planta (foto de 13-10-2013).

Curiosidades: Existem cerca de 1.400 espécies conhecidas de Solanum espalhados por todo o mundo; Esta espécie, Solanum rantonnetii, foi assim designada em homenagem ao horticultor francês Barthélémy Victor Rantonnet; Esta é uma planta tóxica, como a maioria das solanáceas (família Solanaceae), no caso do solano-de-flor-azul as suas bagas são venenosas se ingeridas. 
01-12-2011
02-10-2013
02-11-2012
Nota: 1.ª atualização

segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Fenómeno de Segunda: Será isto o começo da helicicultura?!


09-04-2014
21-04-2014

Tantos, tantos, mas tantos caracóis! 
Em todo o lado e de vários tamanhos!

Um caracol produz, em média, 80 ovos em cada gestação. Quanto maior for o caracol mais ovos produz! Como são hermafroditas (ou seja, possuem os dois sexos) todos são potenciais reprodutores…

02-04-2014
21-04-2014
21-04-2014
O melhor, dada a quantidade exagerada de caracóis-bebés, será dedicarmo-nos à helicicultura (criação de caracóis) ou à venda dos seus ovos, pois em França já lhe chamam o "caviar branco". 
21-04-2014
21-04-2014
21-04-2014
Mas onde andarão os predadores de caracóis?! 
Como por exemplo ratos, toupeiras, ouriços, lagartixas, lagartos, cobras, rãs e sapos ou aves como o gaio, o melro, o corvo, as pegas, os tordos. Ultimamente, quem se tem deliciado são as nossas aves domésticas (patos, galinhas e perus)!

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Fenómeno de Segunda: Será um esquilo?

02-04-2014


Quando um gato de rabo peludo decide trepar às árvores quase que se confunde com um esquilo!
02-04-2014
02-04-2014

Sim, é só o gato Meloso a brincar… por aqui ainda não há esquilos!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...